WATER CHAMPION CITIES WORKSHOP

© World City Water Forum

Banner © World City Water Forum

Patrocinando a inovação e a sustentabilidade

Este workshop faz parte da intensa programação do World City Water Forum – The Innovation and Harmony of Water and Cities, em Incheon, na Coréia do Sul, evento que espera contar com mais de cinco mil participantes de cerca de 50 países. O encontro quer reunir atuais e outras potenciais Cidades Campeãs em Água (Water Champion Cities) para recolher dados e discutir as realizações obtidas até agora, bem como apoiar iniciativas e sugerir novas abordagens e inovações ao longo dos próximos dois anos.

Como resultado do encontro, as cidades irão definir os planos de trabalho e ações futuras para fortalecer as autoridades locais nos países em desenvolvimento e atingir uma maior divulgação do Consenso de Istambul para a Água, com o sexto Fórum Mundial da Água sendo o evento-alvo limite para a apresentação dos resultados.

Este encontro será realizado durante dois dias (12 e 13 de agosto de 2010), com três sessões. O primeiro dia será composto por duas sessões de apresentação dos projetos em andamento e exibição de estudos de caso em países em desenvolvimento, onde o WCC compartilhará sua experiência e conhecimento em soluções sobre o tema “água”. Isto levará a um espaço onde as cidades possam trabalhar em grupos para melhor compreensão e discussão de problemas e soluções.

Os tópicos estarão focados em:
- Redução de Risco
- Qualidade de Vida
- Governança

A sessão final será destinada a uma discussão sobre a construção de parcerias e  ao estabelecimento de um acordo do plano de ação futura.

AMBIENTAL EXPO 2009

ae-e28093-banner-post

Inspirada na Pollutec (maior evento sobre o meio ambiente do mundo, realizado na França por mais de vinte anos), acontecerá nos Pavilhões do Anhembi, em São Paulo, a primeira edição da Ambiental Expo. O Evento estará voltado para o saneamento e meio ambiente, englobando a apresentação de tecnologias, equipamentos, soluções e sistemas voltados para cinco setores principais:

• Saneamento – tratamento de água, coleta de esgoto, ETE, reuso e conservação;

• Resíduos – limpeza urbana, coleta seletiva, estações de tratamento, reciclagem, resíduos hospitalar e industrial, destinação;

• Ar – tratamento, purificação, emissão de gases, aquecimento global, gases de efeito estufa;

• Solo – infiltração, descontaminação das camadas de lençol freático, tratamento;

• Ruído – prevenção e tratament5o de ruídos, controle de vibrações, impactos nos seres humanos, medições, segurança do indivíduo;

• Energia – biomassa, eólica, solar, hídrica, conservação.

Simultaneamente será realizado o Congresso Ambiental Expo, com coordenação técnca da ABDIB – Associação Brasileira de Infra-Estrutura e Indústrias de Base. A expectativa dos realizadores é de que o Congresso torne-se referência em conteúdo educacional, tanto para o empresariado quanto para o governo, com o foco um tanto quanto vago em “soluções e discussão de desafios futuros”.

Contando certamente com aquilo que bem se conhece em feiras, ou seja, centenas de expositores tentando vender seus produtos, neste caso todos terão um argumento a mais para isso: “somos ambientalmente corretos!” Aliás, este deverá ser o mantra mais entoado pela indústria, comércio e setor de serviços nos próximos anos.

Acredito que o destaque deste evento, afora o mérito de tentar se realizar no país eventos que contribuam com as questões de sustentabilidade, estará na discussão sobre soluções para o serviço público abrangendo: projeto, modelos econômico-financeiros sustentáveis, financiamento, gestão e reconhecimento da sociedade.